TCHAU, BRASIL ¡HOLA, ESPAÑA!

 

Eu não sei quando eu comecei a ter vontade de viajar e conhecer outros lugares… só sei que desde pequena sempre tive muito gosto em aprender inglês e lia assiduamente histórias que se passavam em outras culturas e países, então uma coisa acabou levando a outra. Não era novidade nenhuma que um dos meus sonhos era passar um tempo fora do Brasil e, mesmo que habitualmente eu pensasse em algum país de língua inglesa, a Espanha apareceu de supetão no meu caminho.

A minha história com esse país tão distinto começa na faculdade, em 2016 mesmo, com um edital de mobilidade aberto e uma conversa com os meus pais a respeito disso. Eu sou uma pessoa que consegue ser esperançosa e pessimista ao mesmo tempo (culpem o gêmeos no meu mapa), então mesmo que eu enchesse o saco dos meus pais a respeito dessas ideias mirabolantes, eu sabia que no final iria se idealizar só na minha cabeça sonhadora e seria mais uma das milhares tentativas frustradas. Minha surpresa foi ao descobrir, semanas depois de mencionar casualmente o edital (AHAM, LAURA, BEM CASUAL), que eles fariam um esforço para me dar essa chance – provavelmente venci pelo cansaço, mas essa parte a gente deixa de lado pra história ficar mais bonitinha.

“Aos trancos e barrancos”, como meus pais costumam dizer, planejamos a minha ida. Começamos pela escolha da universidade, onde duas me agradavam: a famosa Universidade do Porto, em Portugal, e uma universidade que até então eu desconhecia, Universitat Rovira i Virgili, na Espanha.  Depois de muita indecisão e ajuda dos universitários, optei pela opção que na minha concepção traria uma riqueza cultural muito maior em relação ao que eu buscava: não somente uma experiência acadêmica, mas uma experiência de vida! Então eu abracei a Espanha e junto com ela a Catalunha, sem falar catalão, sem falar espanhol, correndo contra o tempo e com uma visão muito distorcida de lugares que hoje aprendi a amar e sinto muita falta. Ou seja: estava totalmente perdida na época!

Dessa escolha da universidade/país/cidade até o momento de voltar ao Brasil, muita coisa aconteceu. MUITA MESMO. O suficiente para que, agora que essa experiência já acabou, eu queira compartilhar e eternizar tudo que passei, tendo onde recorrer quando eu precisar reavivar cada lembrança desse período, sejam elas boas ou ruins.

Em resumo, pretendo escrever sobre experiências, o que deu certo e o que deu errado, os costumes que estranhei e os costumes que peguei para mim e cada lugarzinho que eu conheci e me fez suspirar (ou me desapontou, sempre tem).

Então vamos lá, que comece aqui a síntese desses meus seis meses.

¡HOLA, ESPAÑA! 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s